Cães TOY , microtoy

Cães TOY , microtoy

Petescadas com múltiplos degraus (7), ideal para cães pequenos (toys, microtoys, etc.) Leia mais

Rampas, Rampas especiais

Rampas, Rampas especiais

Rampa, Petrampa em L Projeto desenvolvido de uma rampa PETrampa com medidas e condições especiais. Leia mais

Quarto de casal

Quarto de casal

Como obter a melhor opção para manter seu filhote no quarto do casal com conforto e sem destruir a harmonia do ambiente. Leia mais

Cadeirinha para megaesofago

Cadeirinha para megaesofago

Petescadas desenvolveu uma peça extremamente leve, confortável para a permanência do cão por períodos longos. Leia mais

Cama box casal, medidas

Cama box casal, medidas

Uma solução inovadora surge para atender necessidades de locais com limitações de espaço. Leia mais

Cães e Gatos na Educação dos Filhos

Animais na educação dos filhos

Uma das coisas que têm me chamado a atenção é o comportamento de muitos pais que acreditam que a educação de um filho esta muito ligada aos exemplos que se dá durante o processo de formação e de educação dos filhos.

Um de meus clientes de uma pequena cidade do Mato Grosso, me disse , “tenho que mostrar com exemplos aos meus filhos o respeito aos idosos e o tratamento que se proporciona a eles; isso é de fundamental importância na sua formação”, sua preocupação estava em proporcionar conforto a um cão idoso que acompanhou a adolescência de seus filhos e dela participou ativamente.

Esta prova de amor é mais que um simples ato de ajudar um animal mas sim um ato de caráter e decência, eu pessoalmente acho que ele esta correto em dar o exemplo com o cão da família sobre o que se espera como tratamento a um idoso que tantas alegrias deu a família.

Petescadas pode ajudar a concretizar este objetivo, valorizar um membro da família e dar o apoio necessário agora que ele precisa. Facilite os melhores anos de seu animal com Petescadas.

Cães e Gatos para pessoas idosas

São inegáveis os benefícios da relação dos animais com os humanos, temos hoje varias técnicas de cura ou tratamentos cujos animais ajudam a executar. Um animal é mais que só companhia ela dá energia.

Um animal seja cão ou gato não têm mais a conotação de guarda da casa, mesmo sendo o guarda e protetor. A maioria faz parte de uma história, consta das fotos, conhece as pessoas que frequentam a residência e até criam suas preferências.

A relação com o animal, muitas vezes o confidente, aquele amigo que esta sempre a sua espera, e que pede muito pouco em troca, alguém que se confia, que expressa com o olhar sua percepção, ela sabe se você esta triste, alegre, doente ou entusiasmado.

Muitas pessoas com idade avançada optam por ter um animal de companhia, mas já não podem com tanta facilidade se abaixarem para pegar seu animal para sentar junto ao sofá e cama e isso Petescada faz muito bem.

Cães idosos

Parece uma história encantada, uma casa ou apartamento, que se transforma em um lar, uma família, os filhos , um animal; Seja em uma família numerosa ou uma pessoa cuja família muitas vez se resume nesta companhia.

Temos que entender que em poucos anos nosso animal já estará idoso, e suas necessidades são diferentes. Não podemos exigir a mesma mobilidade de nossos animaiszinhos, Exigir que salte de uma cama ou sofá com 80 anos de idade não parece ser a atitude adequada, e se estiver habituado ele provavelmente saltará, afetará suas articulações e muitas vezes não será capaz de evitar este pulo, porque você chamou.

Compare: vamos pedir para nossa avozinha pular do telhado de uma casa e imagine o estrago, agora peça isso todos os dias várias vezes ao seu animalzinho. O resultado é bastante previsível, e é isso o que acontece.

Todos os dias recebo contatos de clientes desesperados que seu animal não esta mais se movimentando, ou com graves problemas de locomoção. A melhor forma de evitar estes problemas é a prevenção e o acompanhamento veterinário. Petescadas ajuda e muito nesta prevenção.






Cães com problemas de coluna

Cães e gatos com problemas de coluna; nossos animais assim como os Humanos desenvolvem por razões genéticas ou adquiridas lesões de coluna, estima-se que 20% dos animais desenvolvem alguma lesão de coluna durante seu ciclo de vida.

Para os humanos devemos evitar movimentos bruscos, levantar pesos, fortes impactos por movimento (exemplo esportes de impacto como futebol) e quedas. Com o avanço da idade os esforços devem ser reduzidos consideravelmente.

Para nossos animais os principais impactos, são movimentos bruscos (exemplo uma briga entre cães) e impactos por movimentos (pulos e saltos), principalmente contínuos como o ato de subir e descer de móveis como camas e sofás. Com o avanço da idade também temos os mesmos agravantes e a necessidade de reduzi-los.

Evitar as brigas é uma excelente iniciativa,assim como evitar que os cães subam em móveis. Cães e Gatos acostumados a subir tem dificuldade de entender esta exigência de mudança de seu comportamento, a saída para quem quer manter seu cão subindo em móveis é o uso de escadas e rampas, que previnem ou diminuem o impacto.

Muitos cães e gatos que durante toda a sua vida adulta foram criados muito próximos a família e suas camas, merecem um tratamento adequado na sua velhice. Com a idade não podem mais executar as mesmas funções de outros animais.

Nossos animais tendem a atuar em conjunto e nas casas que tem animais de diferentes idades temos que ter a percepção da necessidade de um adulto, de um idoso e de um filhote, acostuma-los a usar a escada é a medida mais adequada para a saúde do grupo.

Acupuntura em animais

A acupuntura no tratamento de animais têm se mostrado de grande eficiência. Esta ciência milenar se estabelece como meio para a cura e melhoras no tratamento da dor ou em processos de recuperação. Doenças crônicas, dores de coluna, dores de articulações, problemas de locomoção, entre muitos outros.

Os procedimentos podem tratar tanto lesões congênitas como lesões adquiridas.

Cães em tratamento da dor e processos inflamatórios de articulações, são extremamente beneficiados quando o foco do problema ou um agravante do problema é retirado. Tenho recebido inúmeros comentários sobre os esforços de subida e impacto de descida nos cães com problemas de coluna e articulações. O andar torto é um grande sinal em nossos animais, assim como mancar ou hesitar em executar algum esforço maior.

Idade e peso são fatores importantes nestes agravamentos.

Cirurgia da Patela

Tenho visto um considerável número de casos de cães com problemas de patela, alguns culpam a genética, e a constante cruzas para melhoria de raças, mas muitos SRD também apresentam este problema.

Independente da raça e porte, tenho visto diferentes graus de ocorrência, desde um simples mancar até uma imobilidade.

Seja utilizando um processo operatório ou não; corrigir hábitos é fundamental para a melhora do animal. E importante evitar movimentos agressivos (brigas), pulos e saltos.

A patela é muito dolorida por isso o cão manca, o uso de escadas e rampas é adequado em três situações


  • antes de cirurgia para evitar agravamento de lesões
  • pós cirúrgico ( no tratamento da recuperação)
  • pós período de recuperação na vida do animal, animais que fizeram esta cirurgia tem seu tendão colado novamente ao osso, apesar das excelentes técnicas usadas atualmente e sucesso de resultados; O cão passa a ter uma área de fragilidade e evitar danos é uma medida adequada.


Muitos cães passam a latir e pedir para serem descidos de móveis é um sinal de dor e não obriga-los é muito importante para evitar agravamentos. Unhas quebradas também é um sinal de impacto.

Fisioterapia em animais -”Fisioterapia em cães”

Nossos cães estão se beneficiando consideravelmente de uso das mais modernas técnicas de recuperação de funções ou no tratamento da dor. Os diversos processos fisioterápicos ajudam na recuperação de movimentos, recuperação de funções, melhoria da qualidade de vida, supressão da dor, pode modificar até a atitude do animal.

Animais em processo de tratamento fisioterápico são extremamente beneficiados com o uso de escadas e rampas, seja na eliminação da fonte de origem da dor ou na facilitação do não agravamento de lesões.