Cães TOY , microtoy

Cães TOY , microtoy

Petescadas com múltiplos degraus (7), ideal para cães pequenos (toys, microtoys, etc.) Leia mais

Rampas, Rampas especiais

Rampas, Rampas especiais

Rampa, Petrampa em L Projeto desenvolvido de uma rampa PETrampa com medidas e condições especiais. Leia mais

Quarto de casal

Quarto de casal

Como obter a melhor opção para manter seu filhote no quarto do casal com conforto e sem destruir a harmonia do ambiente. Leia mais

Cadeirinha para megaesofago

Cadeirinha para megaesofago

Petescadas desenvolveu uma peça extremamente leve, confortável para a permanência do cão por períodos longos. Leia mais

Cama box casal, medidas

Cama box casal, medidas

Uma solução inovadora surge para atender necessidades de locais com limitações de espaço. Leia mais

Cinto de segurança,


Como transportar seu animalzinho
e os riscos de transporte sem segurança

Um importante e relevante estudo feito na Alemanha pela ADAC technology Center analisou as diversas situações de como transportamos nossos cães dentro de nossos veículos e quais são as consequências e riscos de cada forma de transportar. Também nos fornece uma serie de diretrizes que apesar de serem muito adequadas, certamente vão contra nossas vontades, pois sempre queremos nossos animaizinhos conosco; Mas temos que repensar. 

O estudo apesar de ser grande e muito técnico é muito valioso, vamos resumir e tentar extrair situações que sejam práticas, já que todo o estudo segue normas rígidas de processo e de testes, com grandes descritivos de  resultados de cada analise.

A uma velocidade de impacto de 50kph e usando um manequim cão 22 kg e um manequim gato 4kg, a maior parte dos sistemas de transporte falha. A única solução convincente e segura é usando um transportador (caixa) de viagem que é fixado na posição correcta. O teste revelou que o lugar mais seguro para colocar caixas é o chão atrás do condutor ou a frente do assentos de passageiros da frente.

transporte de animais

Diariamente encontramos animais que gostam de passear atrás do banco traseiro do veiculo e acima da plataforma que os permite uma vista panorâmica.
Este é o pior e mais perigoso lugar para o animal e seu dono.


transporte de animais

Nesta configuração de teste, um cão é transportado solto na cabine atras do banco tarseiro.. A maioria dos cães são transportados na prateleira do vidro traseiro, onde eles têm vista panorâmica. O pior cenário inclui um animal de estimação colocado diretamente atrás de um passageiro, a prateleira do vidro traseiro e cabeça do passageiro estão no mesmo nível. É por isso que o boneco cão foi colocado diretamente atrás do motorista na prateleira da janela traseira.

transporte de animais

Este cenário pode ter graves consequências para os ocupantes do carro. O cão 22 kg atinge os bancos dianteiros em aproximadamente 50kph e pode causar lesões na cabeça graves para os passageiros. Com o desenvolvimento de uma carga de impacto comparável a um peso de meia tonelada, o próprio animal enfrenta um risco de lesão muito alto batendo no assento e o motorista e colidindo com o pára-brisas e painel de instrumentos.

transporte de animais

 O resultado de um choque ou de um freada busca são devastadores, o animal simplesmente é catapultado em direção a frente do veiculo, com sérios danos ao animal e a cabeça dos ocupantes da frente, e quanto maior a velocidade do veículo na hora da impacto maior os estragos.
Transportar o seu animal desta forma é considerada a forma mais arriscada e grave para que ocorra acidentes gravíssimos.

transporte de animais

Durante os testes muitos materiais testados romperam antes de poder ser medido as consequências durante o impacto, a força propulsora foi maior que sua resistência.
No Brasil não temos normas para fabricação destes itens o que nos coloca em posição  de verificar com muito cuidado na hora de compra de qualquer item de proteção para nosso cão, normalmente não é fabricado por um fabricante de cinto e sim por um fabricante de coleiras, que são materiais muito diferentes.

transporte de cães

Uma segundo estudo apresenta um cão preso ao cinto de segurança e com peitoral   segurando o cão

transporte de animais         
Muitos apresentam rompimento do peitoral ou dos clips de pressão, e os que resistiram apresentam danos aos animais.
Neste caso o espaço existente ou folga do conjunto fazem com que o cão quando projetado se machuque pela estocada do próprio peitoral e nas situações mais folgado há o impacto ao banco da frente.

transporte de animais


cinto de segurança                     cinto de segurança             


transporte de animais

transporte de animais
Impacto ao banco da frente

transporte de animais

caixa de transporte

 A forma mais correta ou que apresentou melhor resultado é quando o animal esta dentro de uma caixa e fixada sem folga atrás do banco do motorista contra o banco traseiro.


caixa de transporte para animais
Caixas presas com o cinto no banco não resistem aos impactos


                      caixa de transporte de animaiscaixa de transporte de animais


caixa de transporte de animais             caixa de transporte de animais                     


Caixas presas a cintos no banco traseiro todas romperam com graves consequências.
Mas as mesmas caixas quando colocadas atrás do banco do motorista resistiram bem au impacto e ocasionaram poucos danos ao animalzinho.
Lembro que todo o estudo foi feito para gatos e para cão e com materiais fabricados na Alemanha.

caixa de transporte de animais


caixa de transporte de animais

  Foram também testadas caixas soltas atrás de bancos trazeiros, situação muito parecida em vans e caminhonetes de transporte de petshops.
As mesmas precisam estar firmemente amparados e fixados para um minimo de segurança.

caixa de transporte de animais


cães de grande porte devem ser transportados em veiculos maiores e onde divisórias físicas devem ser acopladas entre as áreas do veículo. e se for possível em caixas fortemente fixadas.


Resumo / ADAC recomendações


Sistemas de retenção devem ser adequados para o espaço disponível no carro e tamanho do animal. Enquanto um gato é muito mais fácil e seguro de transportar no carro, um cão de grande porte vai exigir mais atenção e esforço.

Proteger animais de estimação não só visam garantir a segurança do animal, mas também a dos ocupantes. Isso se aplica tanto à frenagem rápida quanto a acidentes. No caso de um impacto frontal a cerca de 50kph, animais soltos pode gerar cargas de alto impacto de 30 vezes seu próprio peso. Isto significa que um cão 20 kg tem uma carga de impacto em excesso de meia tonelada, que é uma grande carga adicional para os ocupantes do veículo e pode reduzir ou anular a protecção dos sistemas de segurança, tais como assentos, cintos de segurança ou airbags e terá uma pressão a frente do impacto e uma outra a nuca o impacto do animalzinho..


Os testes efetuados atendem as normas  ECE R17 ou DIN75410-2 

Temos que ter em mente, animais no colo, em bolsas, paradouros, etc, Não garantem segurança a nossos animaiszinhos. Muitos cães tem graves machucaduras por estarem soltos dentro dos veículos.

Mancar após passeios de carro pode ser um sinal de machucaduras.
Petescadas ajuda a manter a qualidade de vida de seu aumiguinho

contate agora mesmo www.petescadas.com.br, petescadas@gmail.com 41 33727306
escadas para cães


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...