Cães TOY , microtoy

Cães TOY , microtoy

Petescadas com múltiplos degraus (7), ideal para cães pequenos (toys, microtoys, etc.) Leia mais

Rampas, Rampas especiais

Rampas, Rampas especiais

Rampa, Petrampa em L Projeto desenvolvido de uma rampa PETrampa com medidas e condições especiais. Leia mais

Quarto de casal

Quarto de casal

Como obter a melhor opção para manter seu filhote no quarto do casal com conforto e sem destruir a harmonia do ambiente. Leia mais

Cadeirinha para megaesofago

Cadeirinha para megaesofago

Petescadas desenvolveu uma peça extremamente leve, confortável para a permanência do cão por períodos longos. Leia mais

Cama box casal, medidas

Cama box casal, medidas

Uma solução inovadora surge para atender necessidades de locais com limitações de espaço. Leia mais

Cães raças pequenas


Cães com ossos em formação.



Riscos dos cães jovens em pulos e saltos de camas e sofás em função 
de sua estrutura óssea

raças pequenas

A primeira consideração a ser feita para cães pequenos é com o exercício e ações de saltos e pulos feitos pelo cachorro sobre suas patas e o que são as consequências sobre algo chamado "placas de crescimento." Placas de crescimento são áreas moles que ficam nas extremidades dos ossos longos em cães filhotes e jovens. Elas contêm células que se dividem rapidamente que permitem que os ossos se tornem mais longos até ao final da puberdade. 

Placas de crescimento são finas e com alterações hormonais graduais e quando se aproximam da puberdade as placas de crescimento vão fechando gradualmente. Em filhotes, este processo de fechamento é normalmente preenchido lá perto dos 18 meses de idade.

placa de crescimento
Growth plate = placa de crescimento raças pequenas

Até as placas de crescimento se fecharem, eles são muito macios e vulneráveis ​​a lesões. Após a maturidade sexual, as placas de crescimento calcificam e a divisão celular rápida termina. A placa de crescimento torna-se uma união estável, inativo e parte do osso, agora conhecido como uma linha epifisária.

Os ossos de um cão são consolidados em conjunto com os músculos, tendões e ligamentos - que são tecidos moles. Em um cão adulto, uma experiência conjunta de estresse, tais como em uma dobra de forma errada ou girar demais, os ossos vão manter-se firmes e um tecido macio será puxado(esticado), resultando em uma entorse. Em um filhote de cachorro, no entanto, seus músculos, ligamentos e tendões são mais fortes do que os suas placas de crescimento, então ao invés de uma entorse simples, sua placa de crescimento é susceptível de ser danificada - o próprio tecido macio do filhote de cachorro pode se separar sua placa de crescimento. Estes fatos em muitos casos iniciam um descolamento dos tecidos moles das placas (um descolamento parcial ou total) e com a repetição terminam por se romper, este rompimento pode ser agora, a frente ou até em fases posteriores já adulto.

placa de crescimento em cães

Por que isso é tão importante; Ao contrário de uma entorse, lesões da placa de crescimento podem não curar corretamente ou não curar com o tempo para o cachorro crescer sadio e forte. Danos na placa de crescimento podem resultar em um membro disforme ou encurtado, que, por sua vez, pode criar um ângulo incorreto a um conjunto que pode fazer o filhote raças pequenas mais propenso a ainda mais lesões quando ele crescer.

Depois de ler sobre placas de crescimento e fraturas de seu bebê, você pode encontrar-se segurando seu cachorrinho cuidadosamente, com medo de deixá-lo mover-se para que ele não tenha lesão. Relaxe! Não só é adequado o exercício e não é perigoso para o seu cachorro, o exercício é sadio e demonstrado para aumentar a densidade óssea de seu pequenino.

 Além disso, as crianças que foram submetidos a exercícios tem um gritante 50% menos probabilidade de fraturar um osso. Há todas as razões para acreditar que o mesmo vale para os cães, assim que o exercício é adequado é fundamental para a construção de ossos fortes em seu cachorro e atuar na prevenção de fraturas e lesões quando adultos. Então vamos falar sobre como fazer os exercício com seu cachorro.

cama box

Uso de escadas para cães

Tenho visto algumas pessoas usarem para seus cães subirem em móveis cama e sofá estas escadas de espuma que se auto denominam para cães até 10 kilos, então os proprietários de cães acreditam que serve para seu cão ainda filhote. 
No entanto como vimos acima isso não é verdadeiro.

A primeira grande razão é que mesmo um filhote ao pisar perto da borda o material vai afundar e seu bebê vai torcer a pata e cair. E a medida que o peso de seu cão aumenta o problema só aumenta, são os 18 meses de pavor. A segunda grande razão é que a medida que seu cão ganha peso e tamanho a espuma vai perdendo consistência e literalmente afundando no meio (igual aos colchões antigos) aumentando consideravelmente as condições para iniciar um processo de lesão e ruptura de ossos, músculos, tendões ou ligamentos.

lesões de patela

Não é a toa que temos o número de cirurgias que temos para corrigir estas lesões em cães de pequeno porte raças pequenas, lembramos que esta lesão pode não aparecer de imediato mas sim ao longo da vida de seu adorado cão e ninguém vai lembrar que aquela escada no inicio da vidinha de seu bebê.

Outro caso muito comum é que tutores de cães acreditam que logo após a fase de puberdade enquanto seu cão estiver pulando do sofá e da cama ele esta saudável e não é necessário usar um acessório (escada ou rampa) para ajuda-lo a subir e descer.

Infelizmente isso não é verdade, pulando constantemente seu cão certamente irá desenvolver uma das duas ou os dois tipos de lesão, a primeira chama-se lesão de repetição do stress e a outra e a lesão por impacto, seu cão irá pular tantas vezes e varias vezes ao dia até que pequenas fissuras irão se acumulando formando uma lesão definitiva. A segunda é a lesão inerente por impacto, decorrente do impacto do seu peso sobre o piso, são mais graves e multi variadas, desde uma simples unha quebrada até um osso ou rompimento total de músculo, tendão ou de ligamento.

Durante a vida do cão temos fases e nesta fases temos o seu peso, a idade, e perfil genético do cão como fatores que contribuem para a ocorrência de lesões, exemplos são cães braquicéfalos, com patas curtas e corpos alongados, ossos finos, etc. Pular de cama e sofá não há idade saudável, cães não foram feitos para isso, independente de seu tamanho, peso atual e saúde.


Essas idades de fechamento da placa de crescimento irá variar de cachorro para cachorro. Haverá também uma diferenças de recomendação com base na raça do seu cão - placas de crescimento de cachorros de raças gigantes tendem a fechar mais tarde e placas de crescimento de cachorros de raça pequenos fecham mais cedo. Ou seja independente da raça e porte que seu cão vai atingir ambos tem as placas de crescimento.

Mesmo cães que no futuro serão chamados de grande porte
tem as placas de crescimento e cães grandes demoram mais para fecharem.

Os hormônios sexuais são o sinal para as placas de crescimento que devem se fechar, então se o seu cachorro foi castrado antes de cerca de 18 meses de idade, ele terá algum atraso no fechamento da placa de crescimento, e ele também terá crescimento desigual nos seus ossos, resultando em ângulos articulares que poderiam ser mais susceptível de lesão. Uma abordagem mais conservadora pode ser justificada para o início de exercícios em cães castrados por demorarem mais neste fechamento. 
(discuta com seu veterinário os prós e contras desta decisão, certamente ele poderá fornecer muitos subsídios para a melhor escolha)

Assim preocupações ortopédicos de raça específica podem proporcionar diferentes comportamentos incluindo raças pequenas.

Além de ter placas de crescimento suaves no final dos ossos longos, os ossos de um filhote de cachorro em geral, são "mais suaves". Os cães, como as pessoas, alcançam sua densidade óssea máxima após a puberdade.

fraturas em cães


Fraturas-

Fraturas em espiral da tíbia (osso da perna inferior) são muito comuns em filhotes - 50% de todas as fraturas ocorrem em cachorros com menos de 1 ano de idade. Uma fratura espiral é onde a metade inferior das torções ósseas em uma direção e a outra na metade superior.

Este tipo de lesão juvenil é conhecido como "Criança Fratura" em seres humanos, e pensa-se ser causada pelo fato de a camada exterior, fibrosa do osso (periósteo) é relativamente forte em relação ao osso ser elástico por dentro. Assim, qualquer exercício que coloca torque (torções) em um osso coloca o cachorro em risco de uma fratura. 
(especialmente torções por pisar na borda de escada de espuma)

fratura em cães jovens


Salto fora de camas altas e sofás são as principais causas de fraturas em espiral em cachorros - estamos constantemente em guarda até que nossos filhotes chegam a dois anos e podemos mantê-los fora de móveis e camas a menos que nós estejamos lá para ajudá-los, o melhor ainda é usarmos escadas ou rampas.

Você pode começar a treinar no exercícios seu bebê, mas não saltar mais alto do que a altura do pulso até os 6 meses de idade (bem baixinho), nem saltar mais alto do que a altura do cotovelo até os 18 meses de idade.

raças pequenas


As raças pequenas minusculas chamadas toy, como Chihuahuas, yorkies, e terriers Boston, exigem muito mais cuidado e atenção durante as primeiras semanas após o desmame do que as raças de cães maiores.  Afinal, eles foram retirados de suas mãe e de seus irmãozinhos, mudou seu leite para se alimentar e pode estar infestado de vermes. Eles são totalmente dependentes de seus novos pais para cuidar deles.

Aqui estão algumas sugestões para facilitar a transição para o seu novo cachorrinho
de raças pequenas.

1. Mantenha o seu cachorro quente. Seu sistema de regulação térmica não é bastante maduro e ainda é cerca de 10 graus mais frio que o chão, pisos frios, especialmente concreto pode literalmente sugar o calor do seu cachorro. Mantê-los em caixas pode ajudá-los a manter o calor e também ajuda com o treinamento da casa. O mesmo também vale para o tempo quente. Eles não podem se refrescar muito bem e são muito propensos a superaquecimento. Deixando-os no sol direto ou em um carro pode ser letal. Então manter seu bebê aquecido é importante e cama e sofá ajudam a isso, mas lembre-se da necessidade de escada de qualidade.

2. Cachorros de raça Toy são propensas a desenvolver hipoglicemia, ou baixos níveis de açúcar no sangue. Sinais de hipoglicemia pode ser seu filhote que não deseja se mover, esta mole ou pode estar frio ao toque. Se o açúcar no sangue cai muito, o cachorro pode desenvolver convulsões. Uma visita ao veterinário será necessário se o seu cachorro mostra estes sinais ou não quiser comer em mais de 8 horas.

Colocar um pequeno sino em seu colar para que você possa ouvi-los quando se deslocam ao redor da casa, para muitos casos é uma boa ideia para saber onde seu bebê esta indo.

para saber se deve usar rampa ou escada
Rampa ou Escada

41 33727306
marsexto@terra.com.br



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...