Cães TOY , microtoy

Cães TOY , microtoy

Petescadas com múltiplos degraus (7), ideal para cães pequenos (toys, microtoys, etc.) Leia mais

Rampas, Rampas especiais

Rampas, Rampas especiais

Rampa, Petrampa em L Projeto desenvolvido de uma rampa PETrampa com medidas e condições especiais. Leia mais

Quarto de casal

Quarto de casal

Como obter a melhor opção para manter seu filhote no quarto do casal com conforto e sem destruir a harmonia do ambiente. Leia mais

Cadeirinha para megaesofago

Cadeirinha para megaesofago

Petescadas desenvolveu uma peça extremamente leve, confortável para a permanência do cão por períodos longos. Leia mais

Cama box casal, medidas

Cama box casal, medidas

Uma solução inovadora surge para atender necessidades de locais com limitações de espaço. Leia mais

tratamento cães com ulcera de pressão


 úlceras Decubitais



ulcera decubitais em cães

Sinónimo (s): 

            • Feridas por pressão, 
            • feridas da cama, 
            • escaras, 
            • ulcera de pressão
            • ulcera de decúbito 
Uma úlcera decubital pode ser definida como uma lesão localizada na pele ou tecido subjacente, geralmente sobre uma proeminência óssea, como resultado de pressão não aliviada.

ulcera de pressão em cães



Causa: uma grande quantidade de pressão por um curto período de tempo ou uma pequena quantidade de pressão por um período prolongado, normalmente em pacientes recostados. 

Pensa-se que a lesão de isquemia e reperfusão esteja envolvida na fisiopatologia.

A isquemia pode ser definida como situação de fluxo sanguíneo arterial insuficiente às necessidades metabólicas teciduais.


Sinais: podem variar em gravidade, de manchas de pele descolorida ou hiperêmica a feridas abertas, com ou sem exposição dos músculos e / ou tecidos ósseos subjacentes. 
Diagnóstico: exame visual.



Tratamento: fisioterapia de suporte / fisioterapia.
Prognóstico: depende do grau da úlcera e resposta ao tratamento e capacidade de tratar a causa subjacente da decúbito.

a forma mais moderna para alivio da pressão é o uso do pet postura

pet postura cães paralisados

o pet postura ajuda o cão a ficar fora de áreas com pressão

cães com perna quebrada

o pet postura também é usado em casos clínicos e de fisioterapia,
que pode tirar a pressão sobre a pata do cão, uma cirurgia no dorso,
uma queimadura, uma almofada da pata queimada, etc

lesão em patas em cães

temos que sempre ter em mente que os cães tem a cabeça suspensa
o que requer grande esforço para manter ereta

centro de gravidade de cães

como o centro de gravidade do cão é deslocado a maior parte do peso
esta a frente

postura para cães paralizados

a coluna dos cães não é sustentada ela é apoiada nos extremos
e sujeita a flexão em qualquer esforço
então colocar a cabeça e coluna sobre uma superficie deve ser
extremamente relaxante pois diminui muito

aparelho para descanso de cães com mobilidade reduzida

as tensões e pressões impostas aos músculos
das costas e pescoço

tratamento para cães paralizado

guard rail lateral apóia o corpo para evitar o escorregamento e a queda lateral


Cuidados com o cão recostado ou paralisado, para dar ao seu cão.


Pressão sustentada da pele sobre proeminência óssea, causando interrupção do suprimento sanguíneo para uma área específica, resultando em isquemia progressiva e potencialmente crônica.


A pressão inibe a oxigenação e a nutrição dos tecidos.



Isquemia e reperfusão causam mais lesões, pois a reperfusão leva a espécies 
reativas de oxigênio e edema celular.

Fatores de risco intrínsecos

  • Problemas de mobilidade devido a doenças ortopédicas, neurológicas ou sistêmicas.
  • Fraco estado nutricional ou de saúde geral.
  • Problemas de saúde concomitantes (comprometimento circulatório), por exemplo, diabetes mellitus, doença renal ou doença cardíaca.


Estágio de vida geriátrica: 

envelhecimento da pele, perda de elasticidade e perda de gordura corporal e tônus ​​muscular.

Incontinência urinária e / ou fecal; aumento da umidade na pele.


Sensação anormal que pode ocorrer com lesão na coluna vertebral ou outra doença neurológica.

Fatores de risco extrínsecos

Pressão de superfícies duras ou abrasivas.
Má assistência de enfermagem, incluindo falta de mudanças frequentes de posição.
Acumulação de umidade relacionada a urina ou escaldamento fecal ou exsudato de ferida.


Fatores predisponentes Geral

Os pacientes vulneráveis ​​a úlceras decubitais incluem:
  • Pacientes recostados.
  • Pacientes com capacidade reduzida ou incapacidade de ajustar sua posição.
  • Cães debilitados ou paralisados.
  • Pacientes com condições de saúde concomitantes, resultando em comprometimento da circulação.
  • Cães maiores devido ao maior peso corporal.
  • Áreas do corpo com cobertura reduzida de gordura corporal.
  • Áreas em contato direto com uma superfície de suporte.


Período de ocorrência de ulcera de pressão em cães

O tempo exato é difícil de determinar, pois as úlceras por pressão podem ocorrer secundárias a pressões repetitivas ou prolongadas.





Cuidados com o cão recostado ou paralisado



Pacientes caninos e felinos podem ficar deitados ou paralisados ​​por vários motivos, mas seus requisitos básicos de enfermagem serão semelhantes. 

Cuidar de pacientes recostados ou paralisados ​​pode ser extremamente demorado, árduo e emocional, mas também muito gratificante.


cães sem mobilidade




O que são úlceras de decúbito?

As úlceras por pressão, ou úlceras decubitais, são áreas com calosidades sobre ou sob a pele, sobre pontos de pressão. Eles são causados ​​por força, fricção ou trauma na pele e nos tecidos de um cão e geralmente resultam do contato com superfícies duras por longos períodos de tempo.


As úlceras de decúbito, também conhecidas como úlceras por pressão, se formam quando a pele do animal é submetida a isquemia (falta de sangue), que é causada pela pressão causada pela postura deitada por um longo período de tempo em uma superfície ou objetos externos. 

Se a úlcera não cicatrizar dentro de seis meses, é considerada uma úlcera crônica.


Esse tipo de úlcera é comumente encontrado em pacientes inconscientes em terapia intensiva, pacientes que sofreram lesões na coluna vertebral ou naqueles com função motora e sensorial deficiente. 

Os animais idosos também apresentam maior risco de úlceras de decúbito.

causas
As úlceras de pressão em cães são frequentemente causadas por trauma crônico na pele e no tecido subcutâneo de um cão - a camada gordurosa abaixo da pele. Essas feridas ocorrem quando a pressão na área afetada contrai os vasos sanguíneos, diminuindo o suprimento sanguíneo para a área.

Infelizmente, a pressão prolongada na área pode danificar o tecido e, finalmente, causar a morte do tecido, além de calos ou higromas . As úlceras por pressão ocorrem com mais frequência no cotovelo, mas também podem se desenvolver em outras partes do corpo.



Meu cão corre risco de sofrer feridas por pressão?


Sinais e sintomas de úlceras de decúbito
No início do desenvolvimento de uma úlcera por decúbito, a pele parece apresentar manchas avermelhadas e o animal pode exibir aumento da pressão arterial, bem como crises de tremores e suores.


Cremes e prevenção de úlceras de decúbito

Os cremes para úlceras de decúbito são usados ​​na medicina veterinária para ajudar a tratar e prevenir o desenvolvimento dessas feridas dolorosas, consulte
seu veterinário na indicação. 

Os cremes são compostos de lipídios omentais, utilizados no tratamento de áreas isquêmicas há quase um século, com grande efeito. 

Os lipídios omentais são tipicamente formulados junto com um limpador e um creme de barreira para proporcionar uma opção tópica de limpeza, prevenção e tratamento.


As úlceras de decúbito também podem ser evitadas girando o paciente animal em intervalos regulares.

 Normalmente, o paciente propenso é virado a cada três horas, durante as quais sua pele é inspecionada e limpa. 

com o pet postura fica muito mais fácil o cão melhorar sua circulação
pois permanece parte do tempo em uma posição natural

paralisia em cães

Tais práticas preventivas ajudam a restaurar o fluxo sanguíneo em qualquer parte do corpo que possa estar sob pressão contínua.

Qualquer cão, independentemente da raça ou mistura, pode desenvolver feridas por pressão. No entanto, eles são mais comuns em cães maiores, como:
              • Mastim
              • Cane Corso
              • Wolfhound irlandês
              • Dogue alemão
              • Labrador Retriever
              • E outras raças de cães grandes
Infelizmente, o peso e o tamanho desses cães de raças grandes e gigantes pesam sobre pontos de pressão óssea, especificamente cotovelos e jarretes, quando o cão está deitado.


Cães que se deitam por períodos prolongados, especialmente aqueles alojados em superfícies duras, sem roupas de cama macias, correm maior risco de sofrer feridas por pressão. Aqueles com sistema imunológico comprometido também são mais propensos a desenvolver infecções nos locais de suas feridas.

Além disso, os cães desnutridos ou emaciados são predispostos, pois não possuem o preenchimento adequado ao redor de suas áreas ósseas.

emaciados - que emaciou; que revela emaciação; emagrecido ao extremo, extenuado.



Quais são os sintomas de úlceras de pressão em cães?




Feridas por pressão em cães são bastante óbvias a olho nu. 

Geralmente ocorrem nos cotovelos, quadris, jarretes, peito ou lateral das pernas de um cão, mas podem se desenvolver em qualquer parte do corpo em que ocorra um contato severo. Às vezes, os donos de cães nem percebem a condição até as feridas se abrirem e ulcerarem.

Como são feridas que surgem o uso de Pet postura ajuda a poder evitar que surjam

Para ver se o seu cão tem úlceras de pressão, preste atenção nos seguintes sintomas:
  • Almofadas sem pêlos, enrugadas, avermelhadas ou arroxeadas de pele espessa sobre um ponto de pressão óssea
  • Área cheia de fluído sobre uma área óssea
  • Úlcera, abscesso ou ferida aberta sobre uma área óssea
  • Claudicação: isto é, dificuldade para caminhar ou ficar de pé como resultado de disfunção no sistema locomotor
  • Lamber a área afetada, muitas vezes acompanhada por um pêlo manchado no local da ferida por sangramento


Se você suspeita que seu cão tenha úlceras por pressão, uma visita ao seu veterinário é sua melhor aposta para o diagnóstico e tratamento adequados.

A melhor maneira de evitar feridas por pressão no seu cão é fornecer à sua casa roupas de cama altas e bem acolchoadas nas áreas que ele escolhe descansar. 
Escolha camas macias, grossas e bem acolchoadas para repousar, consistindo de material de alta qualidade, como espuma tipo de caixa de ovo, borracha espessa de espuma, colchões d'água ou colchões infláveis.


e se possível pet postura - posição de alivio de pressão


paralisia de cães tratamento



suporte para cães com paralisia

o pet postura tem grande vantagem na hora da alimentação do cão
evitando aspiração

suporte para cães que usam cadeiras de rodas

outro importante fator é na limpeza do cão, tem apoio para o pescoço
e uma parte removível na traseira para efetuar a limpeza

tratamento de cães cadeirantes

Se o seu cão estiver em decúbito médico, ele deve ser fisicamente virado ou ter sua posição alterada a cada 2 a 3 horas. Isso evita a pressão concentrada em suas áreas ósseas de pele fina. Massagem, hidroterapia e outras formas de fisioterapia também são úteis para estimular a circulação sanguínea nos locais afetados.


suporte para cães sem mobilidade


mudar de posição diariamente em casa é uma grande dificuldade, principalmente a noite sem um tutor/atendente dedicado ao cão


Como trato as úlceras de pressão do meu cão?

A melhor maneira de tratar um cão com úlceras de pressão é fornecer superfícies de dormir macias, grossas e bem acolchoadas para evitar mais traumas. Se uma úlcera por pressão não estiver infectada, roupas de cama macias - juntamente com a observação adequada para ver quanto tempo ele está em cada posição - podem ser tudo o que seu cão precisa para se recuperar. Existem muitas camas para cães, colchões e almofadas de espuma cobertas de tecido no mercado que aliviam a pressão das áreas ósseas do seu cão quando ele descansa ou dorme.


pet postura- 



cães com escaras


Se a ferida por pressão estiver infectada, seu veterinário poderá prescrever medicamentos para curar. Um curso típico de antibióticos orais pode levar de 4 a 6 semanas, no mínimo.
se eliminados os fatores da causa

Se o seu cão tiver um higroma - sacos cheios de líquido sobre a área de pressão -, o veterinário precisará drenar e lavar a lesão. Essa forma de tratamento também pode levar várias semanas para ser concluída.

Infelizmente, devido à sua localização vulnerável, onde ocorre atrito constante, pode ser difícil evitar ou tratar úlceras de pressão. Mas quanto mais cedo eles forem capturados e o tratamento for administrado, melhor, permitindo que seu cão se recupere


Petescadas - escadas e rampas
e aparelhos de fisioterapia para cães

Petescadas é lider na fabricação de escadas e rampas
escadas ortopédicas são aquelas que seu cão pode usar e não corre riscos
mesmo que em reabilitação,convalescença de cirurgia, ou
com lesão como coluna, etc.

escadas ortopédicas para cães com lesão

Solicite uma lista de itens petescadas tem o modelo certo para a sua
necessidade, para todo porte e peso de cão

escadas para cães

petescadas@gmail.com.br
41 33727306
41 987269100 Whats


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...